Ômega

Lubrificantes

Ômega 71


DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Omega 71 é uma graxa com ponto de gotejamento estável com resistência a alta temperatura de até 260C (500F)! Graxas comuns tem ponto de gotejemento instáveis porque as mesmas são feitas com um “sabão” o qual deteriora rapidamente em altas temperaturas . Entretanto Omega 71 contem aditivos sólidos e micronizados que impossibilitam o derretimento da graxa e proporcionam o veiculo para o óleo mineral. Quando a graxa tem um veiculo portador do óleo tal como a Omega 71 a mesma permanece estável ate um ponto de gotejamento de 260C (500F). Graxas comuns não podem oferecer esta segurança quando a temperatura aumenta pois elas começam a derreter com temperaturas muito inferiores aos 260C (500F).

LUBRIFICAÇÃO

Omega 71 é muito mais do que um lubrificante resistente ao calor. E também um excepcional lubrificante que retarda o desgaste e prolonga o tempo de vida útil do equipamento.

ADITIVOS DE PROTEÇÃO

Omega 71 contem um aditivo sólido. Este aditivo consiste em partículas de montmorillonite que formam uma camada entre as superfícies do metal permanecendo inalteráveis, mesmo a temperaturas extremas! As graxas comuns não podem oferecer estas qualidades e subseqüentemente, elas se desintegram.

LUBRIFICAÇÃO TERMOHIDRODINAMICA

Omega 71 fornece proteção máxima para os mais diversos tipos de equipamentos. Isto e possível pelo desenvolvimento do conceito hidrodinamico da Omega 71, que forma uma cunha entre as áreas sujeitas ao uso continuo. Esta cunha resiste a tendências da evaporação no ciclo do calor e também a barreira de fricção causada pela conjunção dos efeitos calor e pressão. A caraterística da Omega 71 supera a força natural de migração dos lubrificantes. Esta e uma característica única da família Omega. As graxas comuns utilizadas para aplicações em altas temperaturas rapidamente se deterioram e deixa a área a ser lubrificada desprotegida. Isto promove o contato de metal com metal, o qual é a causa principal do desgaste o que rapidamente danifica a maquinaria. Adicionalmente as graxas comuns são inconsistentes e necessitam de aplicações freqüentes. A tendência natural e que essas graxas venham a se tornar um fluido provocando efeitos prejudiciais ao equipamento e sua manutenção.

ESPECIFICAÇÕES

TESTE METODO DE TESTE ASTM RESULTADO DO TESTE
Base De Óleo Mineral: - Viscosidade @210F, SUS D-88 80
Ponto de fulgor, COC, C (F) D-92 249(480)
Ponto De Fluidez, C (F) D-97 -23(-10)
Ponto de Gotejamento, C (F) D-566 260(500) +
Penetração de trabalho @ 77F, Cone de 150 gm. D-217 265-295
Teste De Timken OK, lbs. min. D-2509 40
Estabilidade De Rotação D-1741 Excelente
Teste Do Corrosão De Cobre D-1402 Excelente
Corrosão pôr Humildade @ 18C, % D-5319 0.01
Perda pôr Evaporação D-972 Mínimo
Separação Do Óleo, @ 100C, 30hrs, % D-1742 3.1
Grau NLGI - #2
Temperatura de Trabalho C (F) - -20 a 204
(-5 a 400)
Cor - Bronze Dourado